MAS

Início Nacional

Nacional

Estágios abusivos no Grupo Impresa

Estágios abusivos no Grupo Impresa

Reproduzimos aqui os anúncios de estágios curriculares para o Expresso e a Visão Júnior, ambas publicações do Grupo Impresa, com responsabilidades e competências próprias de qualquer profissional mas sem qualquer remuneração.   

Acordo do governo para a TAP mantém a companhia privada

Acordo do governo para a TAP mantém a companhia privada

No passado dia 6 de Fevereiro, terminaram as negociações entre o governo de António Costa e o Consórcio Gateway, que detinha até ao momento 61% do capital da TAP.

O Orçamento do PS, BE e PCP não resgata os trabalhadores da pobreza!

O Orçamento do PS, BE e PCP não resgata os trabalhadores da pobreza!

Algumas notas iniciais sobre o novo Orçamento de Estado:

Entre austeridade(s)

Entre austeridade(s)

António Costa tem estado nos últimos dias a negociar com a UE a austeridade a aplicar em Portugal.

Construir a oposição de esquerda ao Governo PS

Construir a oposição de esquerda ao Governo PS

Declaração política do II Congresso do MAS

O II Congresso Nacional do Movimento Alternativa Socialista (MAS) reuniu, nos dias 29, 30 e 31 de Janeiro, dezenas de delegados e activistas, vindos de todo o país. O objectivo central foi analisar o novo ciclo político do país que se abriu com a conformação do novo Governo PS, de António Costa, auxiliado por BE e PCP, assim como pela eleição de Marcelo Rebelo de Sousa para a Presidência da República.

O novo Governo PS e a esquerda, do Banif à “reestruturação” da dívida: uma solução velha com as consequências que já conhecemos!

O novo Governo PS e a esquerda, do Banif à “reestruturação” da dívida: uma solução velha com as consequências que já conhecemos!

Sobre o caso Banif, Francisco Louçã, dirigente do BE, sacode a água do capote do actual Governo PS, por si apoiado, e atira-a para cima do Banco de Portugal (BdP) e Comissão Europeia.

Banif: qual a relação entre o Governo PS e o Santander?

Banif: qual a relação entre o Governo PS e o Santander?

Ao que tudo indica, a resolução bancária aplicada sobre o Banif consumou-se numa grande ajuda ao Santander – conclui Ricardo Cabral, Professor de Economia na Universidade da Madeira e blogger do Jornal Público.

Trabalhadores e STCC fazem Teleperformance recuar!

Trabalhadores e STCC fazem Teleperformance recuar!

Em Dezembro de 2015 o governo aprovou um aumento no salário mínimo de 25 euros, totalizando 530 euros. A partir de Janeiro, todos os trabalhadores que têm o seu salário baseado no salário mínimo nacional (SMN), deveriam ter aumento equivalente no seu recibo.

Banif. Vamos continuar a penalizar os contribuintes em benefício de banqueiros?

Banif. Vamos continuar a penalizar os contribuintes em benefício de banqueiros?

No contexto da crise económica em que as falências de empresas se vão amontoando, os bancos têm a obrigação de reforçar as suas reservas de capital para fazer face a eventuais perdas futuras. Em 2012, o Banif regista prejuízos históricos de 576,4 milhões €, o que compara com perdas de 161,6 milhões € em 2011.

A reposição de rendimentos é minúscula!

A reposição de rendimentos é minúscula!

O Governo do PS, com o apoio do BE e PCP, avança com a reversão das medidas de austeridade. Até onde?

Por um candidato presidencial único à esquerda

Por um candidato presidencial único à esquerda

Carta Aberta a Sampaio da Nóvoa, Marisa Matias e Edgar Silva

A direita teve durante quatro anos o que sempre quis: um governo, uma maioria e um presidente. Cavaco, Passos Coelho e Paulo Portas aproveitaram estes anos para vender o país e castigar os trabalhadores pelos crimes dos seus amigos banqueiros.

Não basta nomear uma ministra negra. Há que mudar a cor das políticas!

Não basta nomear uma ministra negra. Há que mudar a cor das políticas!

São inéditos os tempos que se vivem na política portuguesa pós 25 de Abril. Confirma-se a tomada de posse do Governo liderado por António Costa com apoio parlamentar do PCP, do PEV e do BE.

Correr já com a direita e exigir de volta o que foi roubado!

Correr já com a direita e exigir de volta o que foi roubado!

Passos e Portas não podem governar nem mais um dia. São um governo odiado e criminoso, é isso que resulta das eleições. Devem até ser julgados por vender o país e roubar e humilhar quem trabalha. Não aceitamos nenhum governo de gestão. Se Cavaco tentar essa manobra, devemos sair à rua para o travar. A direita no governo, nunca mais!

O que está a negociar a esquerda?

O que está a negociar a esquerda?

Todos estamos a contar os dias para que o novo governo da direita seja demitido. Isso é motivo de festejo para todos os trabalhadores, pensionistas e jovens.

Não aceitamos o novo governo da direita!

Não aceitamos o novo governo da direita!

Os trabalhadores e o povo não podem aceitar o novo governo PSD/CDS.

mupi_travar_austeridade_x300.jpgmupi_prisao_e_confisco_x300.jpg

mupi_fim_privilegios_web150mupi_euro_afunda_web_150mupi_prisao_web150mupi_fim_privilegios_web150
Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Contacta-nos

Email: mas@mas.org.pt

MAS nas redes sociais:

facebook_iconyoutube_icon

Boletim electrónico do MAS

Subscreve o boletim electrónico do MAS e com conta, peso e medida receberás informação das novidades da nossa página.