MAS

Início Nacional

Nacional

Sede do MAS em Coimbra enche para debater a Amazónia

Sede do MAS em Coimbra enche para debater a Amazónia

Cerca de 50 pessoas marcaram presença esta quarta-feira, 6 de novembro, na sede do MAS, em Coimbra, para participar na sessão “Conversas sobre a Amazónia”, apresentada pelo André Pestana, biólogo, doutorado com trabalho de campo naquela região da América do Sul e dirigente do MAS.

A sede foi pequena para acolher todos (as) os que quiseram participar no debate, mas o grande interesse demonstrado pelas pessoas em participar na discussão fez com que, mesmo sentadas no chão ou em pé, estivessem presentes durante toda a sessão.

EDP e PSP promovem guerra social no bairro do Lagarteiro

EDP e PSP promovem guerra social no bairro do Lagarteiro

A guerra social que o Estado e os grandes grupos económicos pretendem mover contra os mais desfavorecidos conheceu um episódio sintomático no final da semana passada num bairro do Porto. Um grupo de técnicos da EDP, acompanhado por um assinalável dispositivo policial, cortou o fornecimento de energia elétrica em treze prédios do bairro do Lagarteiro.

Confiança na CDU, para se juntar ao PSD?

Confiança na CDU, para se juntar ao PSD?

Há dias que no Facebook e na blogoesfera que se anuncia uma coligação pós-eleitoral da CDU com o PSD na Câmara de Loures. Sabendo que nos meandros das redes sociais rapidamente meias verdades são tidas como verdades e dado o insólito da situação custou-nos a crer. Não que dos lados do PCP sejam inéditas opções bizarras, sapos que os trabalhadores e o povo de esquerda engoliram e se arrependeram mais tarde.

MAS no Porto na manifestação pela Ponte do Infante

MAS no Porto na manifestação pela Ponte do Infante

Este sábado dia 19 de outubro cerca de 15 mil pessoas acudiram à manifestação convocada pela CGTP que atravessou a Ponte do Infante no Porto e terminou nos Aliados. O MAS esteve presente numa animada e combativa coluna (ver fotogaleria).

A demissão do governo foi a palavra de ordem que mais ecoou pelas ruas da invicta. E desta vez ninguém nos engana, para os cortes caírem e o orçamento não passar voltaremos no próximo sábado, 26 de Outubro, para a manifestação do Que se Lixe a Troika.

Manter-nos nas ruas e unificar as lutas para derrubar o governo e o seu orçamento

Manter-nos nas ruas e unificar as lutas para derrubar o governo e o seu orçamento

O orçamento de 2014 apresentado por Passos Coelho trata-se, como já se esperava, de mais um grande ataque contra os direitos de trabalhadores, reformados e jovens de nosso país. Cortam-se salários de quem trabalha e benefícios de quem trabalhou para tê-los, ao mesmo tempo em que se poupa dos sacrifícios os grandes empresário e a banca.

Eleições autárquicas em debate em Braga

Eleições autárquicas em debate em Braga

No passado dia 12 de Outubro, o Movimento Alternativa Socialista de Braga realizou um debate sobre as recentes eleições autárquicas.

Presentes estiveram cerca de 30 pessoas na sede do MAS de Braga, entre eles estudantes, desempregados, funcionários públicos, operadores de call centers, entre outros. Todos com a certeza de que temos de fazer algo para derrotar as políticas do governo e da troika, quer local, quer nacionalmente.

O Governo perde mas ninguém ganha, uma outra visão das autárquicas

O Governo perde mas ninguém ganha, uma outra visão das autárquicas

Infelizmente o país parou para as eleições autárquicas de 29 de Setembro. Dizemos infelizmente porque todos os partidos, sobretudo Bloco de Esquerda e PCP, desistiram da luta de rua momentaneamente para apostar nas eleições. O Governo foi derrotado nestas eleições, mas há um ano foi derrotado com mais força nas ruas, nos dias 15 e 29 de Setembro. Nessa altura recuaram com a TSU, agora avançam com mais austeridade.

Economia à beira do abismo. Demos um passo em frente?

Economia à beira do abismo. Demos um passo em frente?

No segundo trimestre de 2013, registou-se um crescimento do PIB de 1,1% face ao trimestre anterior. Falamos de um aumento de riqueza absoluta, entre estes dois trimestres, de cerca de 400 milhões de euros. O que contribuiu para este crescimento? (1) Um aumento do investimento por parte das empresas; (2) um ligeiro aumento do consumo privado, principalmente electrónica, electrodomésticos e outros bens duradouros; e (3) um aumento do saldo positivo da balança comercial, ou seja, o aumento das exportações foi superior ao aumento das importações. Pesadas as coisas, este crescimento é explicado em 70% pelo aumento da procura interna.

Fim às taxas no Parque Nacional Peneda-Gerês, pela liberdade de caminhar!

Fim às taxas no Parque Nacional Peneda-Gerês, pela liberdade de caminhar!

Ao tentar explicar a problemática das taxas do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) encontramos ligações que se perdem numa densa nebulosa de interesses que é difícil de compreender se não conseguirmos vermos todo o painel onde esta comédia trágica se desenrola.

Poderosos interesses incendeiam o país

Poderosos interesses incendeiam o país

Este verão, mais uma vez, o país arde com incêndios florestais que continuam a destruir vidas humanas, patrimónios (biológico e particular) e milhões de euros no seu combate. Só neste Agosto, em incêndios florestais, já morreram 5 bombeiros e centenas de pessoas ficaram feridas sendo esta a principal causa de morte dos bombeiros em Portugal (106 mortes desde 1980).

Corte nas pensões e cheque-ensino: golpe contra a democracia

Corte nas pensões e cheque-ensino: golpe contra a democracia

Entre as maiores conquistas do 25 de Abril estão o combate à pobreza e a extensão do ensino público a milhões de portugueses. A redução da pobreza baseou-se no alargamento dos benefícios da Segurança Social, com a atribuição de subsídios de desemprego a todos os trabalhadores e do subsídio de Natal aos pensionistas. Foi instituída, ainda, uma pensão social a todos com mais de 65 anos sem atividade remunerada. Quanto à educação, os investimentos feitos nessa área permitiram ao país aumentar rapidamente de 55% para 74% o número de pessoas que sabiam ler e escrever.

Urbano Tavares Rodrigues (1923-2013). Uma referência para a esquerda e cultura portuguesa

Urbano Tavares Rodrigues (1923-2013). Uma referência para a esquerda e cultura portuguesa

Foi com o maior pesar que soubemos hoje (dia 9 de Agosto) da morte de Urbano Tavares Rodrigues, aos 89 anos, de morte natural no Hospital dos Capuchos em Lisboa.

Urbano Tavares Rodrigues foi um professor, jornalista e académico cuja obra é património nacional e internacional, reconhecido por diversos prémios e homenagens, traduzida em diversas linguas. As várias gerações de alunos que o puderam ter como professor também não esquecerão a próximidade, o humanismo e o talento de Urbano Tavares Rodrigues.

Cavaco satisfez os mercados

Cavaco satisfez os mercados

O novo/velho Governo de Passos e Portas foi (re) empossado pelo emérito Presidente da República (PR), e os mercados ficaram satisfeitos, embora o Governo esteja tão frágil quanto antes. Eis a conclusão retirada de todo este processo, em que durante semanas Cavaco Silva colocou o país quase sem governo. Imediatamente após o anúncio do PR, no qual este afirmou que o Governo iria manter-se em funções sem a solução de "salvação nacional", embora remodelado, os juros da dívida começaram a descer.

O que quer Cavaco com a “Salvação Nacional”?

O que quer Cavaco com a “Salvação Nacional”?

Há vários dias que o país assiste, estupefacto, à falta de vergonha do Governo e do Presidente da República. Em manobras constantes, tentam manter-se no Governo para continuarem a implementar medidas de austeridade e a obedecer à Troika, mesmo estando completamente descredibilizados e desacreditados perante o povo.

Unir a esquerda, para que o fim do governo seja irrevogável

Unir a esquerda, para que o fim do governo seja irrevogável
Foto Chico Alves Photography

Os malabarismos governamentais, de Passos, Portas, Cavaco e companhia deixaram todo o país estupefacto.

mupi_travar_austeridade_x300.jpgmupi_prisao_e_confisco_x300.jpg

mupi_fim_privilegios_web150mupi_euro_afunda_web_150mupi_prisao_web150mupi_fim_privilegios_web150
Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Contacta-nos

Email: mas@mas.org.pt

MAS nas redes sociais:

facebook_iconyoutube_icon

Boletim electrónico do MAS

Subscreve o boletim electrónico do MAS e com conta, peso e medida receberás informação das novidades da nossa página.