MAS

Início Internacional

Internacional

Outono de lutas na Europa

Outono de lutas na Europa

Uma onda de mobilizações percorre a Europa. Para além dos países mais massacrados pelos planos de austeridade da União Europeia/FMI, estão presentes os trabalhadores dos países centrais, como Inglaterra e França.

Na Inglaterra, os trabalhadores das universidades, dos correios, professores e bombeiros estão a promover greves e mobilizações, mas de forma isolada, pois a burocracia não promove a unidade dos setores em luta.

Ler mais...

A tragédia de Lampedusa e a luta dos imigrantes trabalhadores

A tragédia de Lampedusa e a luta dos imigrantes trabalhadores

Entrevista com Wagner Mustapha, de Itália

Apenas uma semana depois da tragédia de Lampedusa houve novo naufrágio dramático no golfo da Sicília, desta vez acrescentando crianças às vítimas da política terrorista da União Europeia.

Para falar sobre a tragédia de Lampedusa, entrevistámos Wagner Moustapha, imigrante senegalês em Itália, responsável nacional do CUB-Imigração (Confederação Unitária de Base, central sindical italiana) e membro da Comissão de Trabalho de Imigrantes do partido italiano PdAC (Partito di Alternativa Comunista), membro da LIT-QI.

Ler mais...

Europa persegue imigrantes e potencia xenofobia

Europa persegue imigrantes e potencia xenofobia

Os países europeus, sobretudo a França, o Reino Unido e a Itália, têm adoptado, nos últimos anos, políticas cada vez mais duras, reaccionárias e discriminatórias contra os imigrantes, quer seja contra aqueles provenientes de países europeus, quer de fora da Europa, sobretudo os que são considerados ilegais, o que tem contribuído para potenciar, de forma significativa, a xenofobia e também o racismo no Velho Continente.

Ler mais...

Lei europeia condena imigrantes à morte

Lei europeia condena imigrantes à morte

Mais de 300 imigrantes morreram afogados no Mediterrâneo, a 500 metros da ilha italiana de Lampedusa.

A Comissão Europeia diz-se muito preocupada com o crescimento de partidos fascistas na Europa e com as medidas de teor autoritário adotadas por governos como o da Hungria. Mas o que a Comissão Europeia não diz é que esses fenómenos não surgem do nada, mas têm como ponto de apoio as próprias diretrizes europeias, entre as quais a legislação que criminaliza a imigração não consentida, chamada de "ilegal".

Ler mais...

Síria: Da ameaça de intervenção ao “recuo espalhafatoso” dos EUA

Síria: Da ameaça de intervenção ao “recuo espalhafatoso” dos EUA

Declaração da Liga Internacional dos Trabalhadores, LIT-QI

Um novo momento da revolução síria e a necessidade da solidariedade internacional

Frente ao sanguinário ataque de Assad com armas químicas contra as zonas controladas pelos rebeldes em Damasco, os EUA anunciaram em alto e bom som que bombardearia a Síria porque Assad "tinha cruzado a linha vermelha".

Ler mais...

Voyager 1: A conquista do cosmos e a promessa do comunismo

Voyager 1: A conquista do cosmos e a promessa do comunismo

A sonda Voyager 1, lançada em 1977, saiu do Sistema Solar para o espaço interestelar. O que revela a viagem da Voyager? O que pode a humanidade ver por trás das dezenas de milhares de fotografias enviadas pela sonda desde o início de sua missão?

Artigo de Henrique Canary, PSTU, Brasil


Ler mais...

O outro 11 de Setembro: a tragédia chilena

O outro 11 de Setembro: a tragédia chilena

O golpe militar que derrubou Salvador Allende vitimou milhares de pessoas, destruiu os partidos políticos e as organizações dos trabalhadores e impôs o modelo precursor do neoliberalismo. Não por acaso, os estudantes e o povo que se manifestam nestes dias às centenas de milhares pelas ruas de Santiago [refere-se às mobilizações de 2011, quando foi escrito este artigo] levantam a bandeira de "Se va caer, se va caer, la educación de Pinochet".

Ler mais...

Fora Bashar Al Assad! Não à intervenção imperialista!

Fora Bashar Al Assad! Não à intervenção imperialista!

Declaração da Liga Internacional dos Trabalhadores – Quarta Internacional (LIT-QI)

Os governos das principias potências imperialistas, além da Turquia, estão a preparar um ataque militar à Síria.

Mesmo depois da derrota no Parlamento britânico, que votou contra a participação inglesa no conflito, o governo de Obama declarou que está preparado para atuar de forma isolada, ou, na melhor das hipóteses, com o apoio da França.

Ler mais...

Ditadura Assad massacra população civil com armas químicas

Ditadura Assad massacra população civil com armas químicas

Ataque com gás venenoso pode ter matado mais de 1300 pessoas, entre mulheres e crianças.

Na madrugada desta terça para quarta-feira, a ditadura de Bashar Al Assad desferiu um brutal ataque com armas químicas na periferia de Damasco, matando centenas de pessoas, entre mulheres, idosos e, sobretudo, crianças, na região de Ghouta, subúrbio da capital. Este pode ter sido o ataque mais letal lançado por Assad contra a população civil. As imagens das vítimas fatais e do desespero do povo sírio frente ao ataque do governo estão a provocar  indignação em todo o mundo e revelam a verdadeira face desta ditadura genocida.

Ler mais...

Milhões tomam as ruas no Egipto!

Milhões tomam as ruas no Egipto!

Declaração da Liga Internacional dos Trabalhadores, Quarta Internacional

O povo egípcio mais uma vez estremece o mundo. A sua valorosa entrega, a sua persistência tenaz e a sua poderosa energia revolucionária parecem inesgotáveis e iluminam o caminho da libertação social às classes exploradas de todos os países.

Ler mais...

Brasil: Sobre as tarefas da esquerda e das organizações dos trabalhadores no momento político atual

Brasil: Sobre as tarefas da esquerda e das organizações dos trabalhadores no momento político atual

Artigo[1] de Zé Maria, presidente nacional do PSTU do Brasil

Está em curso uma mudança profunda na situação política brasileira. Por anos predominou no país uma relativa estabilidade na luta de classes, numa relação de forças amplamente favorável às classes dominantes e controle político bastante forte do governo de frente popular encabeçado pelo partido dos trabalhadores. Até quatro semanas atrás, não havia muita dúvida, inclusive, sobre a probabilidade de reeleição de Dilma nas eleições do ano que vem.

Ler mais...

10 questões fundamentais para compreender a Revolução Síria

10 questões fundamentais para compreender a Revolução Síria

A Revolução Síria corre perigo! A intervenção da Rússia, do Irão e do Hezbollah permitiu que o regime decadente de Bashar Al Assad recuperasse o controlo em cidades importantes e desencadeasse uma nova onda de massacres contra a população. A contrarrevolução já consumiu mais de 100 mil vidas. O povo sírio e a revolução necessitam do apoio e solidariedade activa dos trabalhadores e jovens de todo o mundo!

Ler mais...

Ato em Lisboa solidariza-se com resistência na Turquia

Ato em Lisboa solidariza-se com resistência na Turquia

Reproduzimos a nova declaração do movimento RED (1) sobre as mobilizações na Turquia. Nas fotos que a ilustram, flagrantes do ato realizado ontem, dia 19 de junho, no Largo de São Domingos, em Lisboa, em solidariedade à luta do povo turco. Ao ato, convocado pela Plataforma 15 de Outubro (15O) e cidadãos turcos residentes em Portugal, com o apoio do Movimento Alternativa Socialista (MAS), compareceram cerca de 100 pessoas.

Ler mais...

Não deixem baixar as bandeiras vermelhas

Não deixem baixar as bandeiras vermelhasArtigo de Valério Arcary, postado no blog http://blogconvergencia.org/

A liberdade é sempre a liberdade para o que pensa diferente.” (Rosa Luxemburgo)

“Liberdade é o direito de estar errado, e não de fazer errado.” (John Diefenbaker)

“Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta.” (Albert Einstein)

Ler mais...

O povo na rua, Dilma a culpa é sua

O povo na rua, Dilma a culpa é suaEste 17 de junho de 2013 já entrou para a história do Brasil!

100 mil no Rio de Janeiro, 65 mil em São Paulo, 50 mil em Belo Horizonte (Minas Gerais), 20 mil em Porto Alegre (Rio Grande do Sul), 15 mil em Belém (Pará), 10 mil em Curitiba (Paraná), 10 mil em Brasília e muitas outras dezenas de milhares país a fora. Ao todo, houve manifestações em 12 capitais e em muitas outras cidades. Algumas delas dirigiram-se aos palácios dos respetivos governos e, em Brasília, ao Congresso Nacional, a tentar “tomar as bastilhas” do poder corrupto da burguesia brasileira.

Ler mais...

mupi_travar_austeridade_x300.jpgmupi_prisao_e_confisco_x300.jpg

mupi_fim_privilegios_web150mupi_euro_afunda_web_150mupi_prisao_web150mupi_fim_privilegios_web150
Text size
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Contacta-nos

Email: mas@mas.org.pt

MAS nas redes sociais:

facebook_iconyoutube_icon

Boletim electrónico do MAS

Subscreve o boletim electrónico do MAS e com conta, peso e medida receberás informação das novidades da nossa página.